.: Arquivos :.

- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 27/07/2008 a 02/08/2008
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 29/10/2006 a 04/11/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 13/08/2006 a 19/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 14/05/2006 a 20/05/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 16/04/2006 a 22/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 25/12/2005 a 31/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 16/01/2005 a 22/01/2005
- 26/12/2004 a 01/01/2005
- 19/12/2004 a 25/12/2004
- 12/12/2004 a 18/12/2004



.: Outros sites :.

- Contatos com a autora do blog taniarubia@oi.com.br
- _________________________
- Angel Cabeza - Poesia
- Pintura - Artista Angel Estevez
- Cássio Amaral
- Rodrigo Capela
- Acontece com as mulheres
- Flor de Liz
- Rafael Nolli
- Alma Guerreira
- Flávia Daniela
- Lua em Poemas
- Reflexos da Alma
- Cida
- Bené Chaves
- Colcha de Retalhos
- Angela
- Loira na Lua
- Regina
- Blog Entre Amigos
- Smareis


.: Votação :.

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


.: Visitantes :.

.: Créditos :.

Dream Melody Layouts
template by cecis




Estou muito feliz por ser destaque no blog Bella Mistura, da amiga Regina Bia, e pelo prêmio oferecido Falando Com o Coração, da amiga Smareis.
Para visitar os blogs basta clicar nos dois selos abaixo.












POEMA: INVERNO

Inverno quente é aquele
que passo na cantina
do vinhedo, tomando vinho do porto,
lendo meu poeta favorito
e aquecida pelo meu cachecol.

Por tânia Rúbia


Praia da Barra, no Rio de Janeiro
Foto tirada por uma Yashica 35mm - por Tânia Rúbia

::REFLEXÃO - DEUS ::

Um homem sussurrou:
- Deus, fale comigo!
E um rouxinol começou a cantar.
Mas o homem não ouviu. E repetiu:
- Deus, fale comigo!
E um trovão ecoou nos céus.
Mas o homem foi incapaz de ouvir. Olhou em volta e disse:
- Deus, deixe-me vê-lo!
E uma luz brilhou no céu.
Mas o homem não a notou.
E começou a gritar:
- Deus, mostre-me um milagre!
E uma criança nasceu.
Mas o homem não sentiu o pulsar da vida.
E começou a chorar e a se desesperar.
- Deus, toque-me e deixe-me sentir que você está aqui comigo!
E uma borboleta pousou suavemente em seu ombro.
O homem espantou a borboleta com a mão e,
desiludido, continuou sem rumo, triste, sozinho e com medo.

(Dos índios Cherokees. Tradução do livro "By San Etioy".
Extraído do boletim Fundação Saint Germain em Ação
www.sgermain.org.br)





- Enviado por: Tânia Rúbia às 21h52
[ ] [ envie esta mensagem ]

---------------- * ----------------